Lei da atração

Muitas vezes questiono-me o quanto controladores nós somos, o quanto queremos controlar o tempo, os acontecimentos, os outros, os nossos estados, etc...Será que pensamos em aproveitar a vida? O que é que temos para oferecer enquanto seres? Tudo o que oferecemos para os outros e para a vida, terá o merecido retorno. Se olharmos para dentro de nós e pensarmos naquilo que fizemos de bom para com os outros teremos a nossa recompensa e vejamos bem, nós só atraimos aquilo que transmitimos. Nós somos aquilo que pensamos. Já pararam para pensar o que vocês estão a transmitir?

Vou-vos contar uma peripécia que me aconteceu à uns tempos: Eu odiava ser interrompido, era uma pessoa que não suportava que alguém me chateasse ou ligasse enquanto estava ocupado e todas as vezes que era interrompido eu ficava moribundo. Odiava e fazia questão de dizer a toda a gente que não gostava de ser interrompido. Mas acontecia sempre. Eu descontrolava-me e acontecia mais uma vez e outra... Até que me apercebi que ficar a pensar sobre os problemas e não os resolver atraía mais os problemas. A unica solução que me ocorria instintivamente era lidar de forma positiva aos acontecimentos. Ter o meu proprio auto-controlo e mentalizar-me no que estava a fazer. Os problemas não aconteciam sozinhos e nós temos a capacidade de eliminar ou alimentar esses problemas. Eu questionava-me: Quero atrair os problemas ou quero arranjar soluções?

A primeira coisa que fiz foi concentrar-me em ter pensamentos positivos. Ter a capacidade de ter foco naquilo que pensava. "Ouve-te! Olha para dentro de ti" Aquilo em que me concentrava, era aquilo que recebia. Por isso começei a ter mais concentração naquilo que fazia e não deixava que os problemas me tirassem desse foco. Aprendi a ser resiliente e a ter coragem de enfrentar os desafios que iam aparecendo. Afinal, todos nós somos energia e a energia precisa de ser canalizada por meios internos e/ou externos e é por isso que somos tipo uma antena onde recebemos e transmitimos essa energia onde tudo o que vemos, tocamos e sentimos é feito de energia. Se trabalharmos na concentração e mentalizarmo-nos naquilo que queremos transmitir, vamos colher exatamente todo esse trabalho. Não é facil ao prencipio, mas o foco é importante nesta jornada e verás que a cada dia que passa torna-se mais facil aprenderes com esses mesmos desafios e teres sabedoria suficiente para te superares. O medo é algo que se enfrenta e por isso desafia-te e concentra-te em acreditar em ti. Já uma professora me dizia que o medo é algo que adquirimos para termos mais energia para dobrar obstáculos e é isso que faço diariamente.

Outro factor importante em ter em conta é saber lidar com as nossas próprias emoções. Se eu me lamentar, reprimir ou exprimir-me através da dor que sinto, só estou a transmitir pensamentos negativos e isso não ajuda a resolver problemas pois estamos concentrados na dor e não na resolução do problema. Por isso é bom aprender a compreender as nossas proprias emoções para que elas nao nos atrapalhem na hora do problema e trabalhar a favor dos nossos sentimentos a fim de conseguirmos encontrar soluções para superar cada obstaculo que nos passe pelo caminho.

Se conseguirmos ter pensamentos positivos nas horas mais dificeis e trabalharmos a nossa concentração teremos mais fluidez para compreender as nossas emoções do momento e estaremos a um passo de conseguirmos superar enquanto seres pois são estes três factores que levam a que haja motivação para o nosso dia-a-dia.